Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Simplicidade cativante

 

Lars and the Real Girl foi a melhor comédia romântica que vi do ano passado. A história de Lars Lindstrom, um jovem com problemas psicológicos que inicia uma relação com Bianca, uma boneca comprada na Internet. A conselho da psicóloga, a sua família e a pequena comunidade católica onde vivem alinham naquela estranha situação e tratam Bianca como se fosse uma pessoa normal.

O filme tem como grandes trunfos o facto de não alinhar em pretensiosismos e a sua simplicidade que nos deixa desenvolver grande simpatia por Lars e toda a situação. E o final deixa-nos com um grande sorriso.

Ryan Gosling prova mais uma vez que é um dos melhores actores da sua geração e que tem sabido gerir a sua carreira com brilhantismo, mas quem me chamou à atenção foi Kelli Garner. A sua presença no ecrã é cativante. Espero ouvir falar mais dela em breve.

tags: ,

publicado por André às 02:30
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De João Miranda a 20 de Fevereiro de 2008 às 14:56
Ainda não sabia de que se tratava este filme mas fiquei curioso. Ryan Gosling é sem dúvida um dos melhores da sua geração. A interpretação em Half Nelson teve tanto de surpreendente como de brilhante.
Abraço.


Comentar post

Quem manda aqui


ver perfil

. 9 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fresquinho fresquinho

Relações

Para ver em Abril

Preferências

Boas Festas

Música em 2009

2009 no Last.fm

Uma luz

Lista de prendas

The Past is a Grotesque A...

Novos vícios - 6

Sweet Dee has a difficult...

Boas notícias via Twitter

Cartões

Rádio

The Past is a Grotesque A...

Pesquisar

 

Links

O que vi...

tokyo monogatari

O que ouvi...

Feeds