Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Juno



Juno MacGuff é uma adolescente de 16 anos que descobre que está grávida, mas consciente de que não pode ficar com a criança, decide encontrar um casal para adopção.

Consequentemente tem que lidar com uma série de problemas daí resultantes, que fazem com que seja obrigada a crescer muito num curto espaço de tempo, mas que também a levam à descoberta do amor e à fortificação de laços com a sua família.

Um drama que aborda assuntos bastante sérios mas sem nunca ser lamechas. Pelo contrário, consegue introduzir momentos de muito boa disposição, e no final deixa-nos com um sorriso na cara. Tal como Little Miss Sunshine, também Juno é o underdog na corrida ao Oscar de melhor filme deste ano. E mais uma vez eu nutro grande simpatia pelo filme e fico a torcer para que haja uma surpresa na cerimónia da Academia.

Destaque final para a surpreendente Ellen Page, que com apenas vinte anos é merecidamente nomeada para o prémio de melhor actriz principal.


publicado por André às 03:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Obrigatório



Cloverfield é bem capaz de ter sido a experiência mais marcante que tive numa sala de cinema. Tal como em The Blair Witch Project, temos a oportunidade de ver todos os acontecimentos através de imagens filmadas pelos personagens. Temos a ideia de que estamos dentro do filme, e este faz nos estar colados à cadeira sem sequer piscar os olhos. Vão já a correr para a sala mais próxima ;)
tags: ,

publicado por Ângela às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Dicas da Semana #4

The Mountain Goats - The Sunset Tree (2005)



Este álbum é um dos 16 dos americanos The Mountain Goats, banda que existe desde 1991, e que é constituída pelo singer-songwriter John Darnielle e Peter Hughes. Darnielle é conhecido pelas letras das suas músicas, que neste álbum se baseiam em factos da sua infância, marca também pela voz característica e diferente.
Pode não convencer à primeira audição, pois não é algo que se ouça por aí em qualquer esquina, mas se insistirmos passa a ser um agradável vício.

Artistas Semelhantes: Okkervil River, The Decemberists, Sufjan Stevens


L'Auberge Espagnole – A Residência Espanhola (2002)



De: Cédric Klapisch
Com: Romain Duris, Judith Godrèche, Audrey Tatou, Cécile de France

Produção Franco-Espanhola sobre um jovem francês que vai estudar para Barcelona no programa Erasmus. Despede-se da namorada fazendo juras de amor e vai morar para uma residência com mais seis estudantes, todos eles de nacionalidades diferentes.
Um filme bastante divertido que espelha as diferenças culturais na Europa e retrata a evolução e o amadurecimento de um jovem que lida com estas mudanças na sua vida.

publicado por Ângela às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Wii

Eu na verdade sempre achei muita piada às novas tecnologias, e temos aqui a prova em como não sou a única:

tags:

publicado por Ângela às 01:40
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Em Paris



Este filme realizado, escrito e interpretado por Julie Delpy em 2007, vai muito na linha de Before Sunrise e Before Sunset já referidos neste blog.
Existem muitos diálogos, situações do dia-a-dia são caracterizadas de maneira levezinha, difere e inova no sentido em que todas as situações têm um factor cómico, que nos levam a passar uns valentes momentos com um grande sorriso na cara.
O filme passa-se em Paris, uma estadia que não se revela tão agradável como toda a gente pensa. Julie Delpy fez questão de realçar, e muito bem, a maneira como os franceses tratam os turistas e como a sua presença é tão indesejada. Confesso que foi uma das partes que mais gostei. Julie interpreta Marion, a namorada que só quer ter uma relação estável, e dar a conhecer a sua cidade natal ao namorado (a prestação de Delpy fez me lembrar bastante Woody Allen em Annie Hall). O namorado interpretado por Adam Goldberg, é hilariante, está sempre doente, e a ele só lhe agrada mesmo a sua querida América, e os The Doors. Não posso esconder, porém, que preferia muito mais um  Ethan Hawke neste papel.
Portanto, se quiserem passar uma boa hora e meia já sabem que este será um filme que não desapontará.

tags: ,

publicado por Ângela às 22:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Descansa em paz



Heath Ledger (1979 - 2008)
Morreu um dos melhores actores desta geração. O cinema está mais pobre.

publicado por André às 02:28
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Coachella Valley Music and Arts Festival



Mais uma vez o cartaz do festival Coachella é monstruoso.

Embora com cabeças de cartaz com menos peso que o ano passado (Björk, Rage Against the Machine, Red Hot Chili Peppers), todos os nomes são de grande interesse.

Destaque para a ausência dos My Bloody Valentine, que eram muito esperados, assim como os Radiohead.

Um dia teremos um cartaz assim em Portugal...

tags:

publicado por André às 19:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Filmes que mudaram a minha vida #2

 

Before Sunrise, 1995

 

A melhor história boy-meets-girl que conheço. É já um ritual para mim ver este filme, juntamente com a sua excelente continuação Before Sunset, em sessão dupla.

Um filme mágico onde o diálogo é uma constante sem se tornar aborrecido, e com Hawke e Delpy a protagonizar uma das melhores duplas românticas na história da Sétima Arte.

tags:

publicado por André às 01:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

Dicas da Semana #3

David Bowie – The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars (1972)



Um dos álbuns mais importantes da história da música. Influenciou fortemente os movimentos punk, hard-rock, glam-rock, prog-rock, heavy metal, shoegaze e industrial.
Conta-nos a história de Ziggy Stardust, um marciano rock star, promíscuo e consumidor de drogas que chega à Terra para salvar a Humanidade da banalidade.
Um álbum imperdível em qualquer colecção de um melómano que se preze.

Artistas semelhantes: The Velvet Underground, Iggy Pop, Lou Reed


Irréversible - Irreversível (2002)



De: Gaspar Noé
Com: Monica Bellucci, Vincent Cassel, Albert Dunpontel

Um filme filmado de trás para a frente, e muitas das vezes com a câmara às voltas, provocando desconforto a quem o vê. Mostra-nos uma noite em Paris, festas, relações e ainda temos direito a assistir a uma violação num túnel.
Apesar de muito perturbante, acaba por agradar nem que seja pela maneira como vamos descobrindo as coisas.

publicado por Ângela às 18:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Joy Division



Depois de ter visto Control, tenho a dizer que fiquei mesmo muito viciada na música She's Lost Control, do albúm Unknown Pleasures, que aqui partilho convosco:


publicado por Ângela às 22:32
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Ele é a Vedeta



Numa altura em que pouco mais se faz do que olhar para livros, apeteceu-me procurar coisas que andava a ver há já alguns anos atrás. E no meio das minhas cassetes do Dragon Ball, podia encontrar-se a Pocahontas, a Princesa Cisne, e o Rei Leão, todos estes com mais de 187 visualizações cada um.
Como o youtube é nosso amigo e nos deixa relembrar esses momentos marcantes, deixo-vos com o Simba e a música Eu mal posso esperar para ser Rei. (Já que não consegui encontrar a Hakuna matata versão português de Portugal):


publicado por Ângela às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Um misto de sensações



No Country for Old Men, o mais recente filme dos irmãos Coen, é um excelente exercício de cinema.

É um thriller com momentos fantásticos que nos consegue deixar pregados às cadeiras, tem momentos de grande violência e que impressionam visualmente. Tem Javier Bardem a roubar o filme e a fazer o melhor papel que já o vi fazer, superando mesmo Mar Adentro. Globo de Ouro bem merecido e a piscar o olho ao Oscar. Josh Brolin também tem uma interpretação muito sólida e Tommy Lee Jones, bem, Tommy Lee Jones é um senhor!

No entanto, acabei o filme com uma certa sensação de vazio. Não consigo gostar do filme da mesma maneira que a generalidade das pessoas aclamaram. É pretensioso, as personagens estão mal desenvolvidas, especialmente a de Jones, e falta-lhe alguma fluidez e ritmo. Salva-se o final que foge aos clichés habituais.

Apesar de tudo, aconselho a ver. Como thriller é excelente, e é sempre um prazer assistir a interpretações magistrais como esta de Bardem.

tags: ,

publicado por André às 18:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

L



Começou no passado dia 6, a transmissão da 5ª época de The L Word. Está de volta a série lésbica que já foi transmitida na RTP 2.
Já tive oportunidade de ver os 2 primeiros episódios, e a série não mudou assim muito, continua a contar a história daquele grupo de amigas e os seus problemas conjugais.
Como sempre há uma crítica social subjacente, que nesta época se centra na proibição de mulheres que estão no exército de terem uma vida conjugal com pessoas do mesmo sexo. E cabe a Tasha e a Alice (com uma Leisha Hailey cada vez mais bonita), enfrentar toda essa luta.
Bette e Tina começam a entender-se e, já não era sem tempo, diga-se. E depois há a Jenny, que é aquela personagem que eu sempre detestei, e nesta época está ainda mais insuportável.
Para mim aquela personagem que traz mais glamour à equipa é mesmo Helena Peabody, e que nesta época se encontra presa, curiosamente.
E por fim, temos a Shane, que tem porque tem que ser a minha personagem preferida. Deixou para trás aquela vontade (quase obrigação) de ser fiel, e ter compromissos, e está de volta a boémia Shane, e gosto tão mais dessa sua faceta.
Na música continua a presença quase que constante dos The Gossip de Beth Ditto.
Realço ainda o facto da série estar muito mais elegante e divertida, o que faz com que os quase 50 minutos sejam passados num ápice delicioso.
tags: ,

publicado por Ângela às 16:19
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Domingo, 13 de Janeiro de 2008

Dicas da Semana #2

Xiu Xiu – The Air Force (2006)



Vão lançar um novo albúm já neste mês, então decidi experimentar e descobri The Air Force. É um álbum difícil, mas se ouvirmos com carinho, descobre-se algo que não se ouve muitas vezes. Muitos estilos de música juntos que culminam numa desarrumação perfeita.


Artistas Semelhantes: Animal Collective, Deerhoof e Liars.



Crna macka, beli macor – Gato Preto, Gato Branco (1998)



De: Emir Kusturica

Com: Bajram Severdzan, Srdjan Todorovic, Branka Katic, Florijan Ajdini


Comédia negra e surreal do realizador sérvio sobre um grupo de ciganos que vive nas margens do Danúbio.

Matko Destanov é um pequeno criminoso que tenta fazer pela vida para sobreviver com o seu filho Zare. Acaba por se envolver em problemas com Dadan Karambolo, um perigoso mafioso, que impõe como condição para o perdoar que o seu filho se casa com Afrodita, a sua irmã encalhada.

A partir daqui está criado o cenário para uma série de situações absurdas que provocam gargalhadas do princípio ao fim.

Kusturica também nos presenteia com os sons do báltico, pois a música da sua orquestra de fanfarra é uma presença constante no filme. A propósito disto, dia 26 de Janeiro, Emir Kusturica & The No Smoking Orchestra actuam no Pavilhão Atlântico. A não perder ;)


publicado por André às 22:03
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sábado, 12 de Janeiro de 2008

Só aí serei feliz.

Estes são os minutos mais orgásmicos do Mundo da música.
E sim, só serei feliz quando conseguir ver isto ao vivo:


publicado por Ângela às 01:41
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

Quem manda aqui

Fresquinho fresquinho

Relações

Para ver em Abril

Preferências

Boas Festas

Música em 2009

2009 no Last.fm

Uma luz

Lista de prendas

The Past is a Grotesque A...

Novos vícios - 6

Sweet Dee has a difficult...

Boas notícias via Twitter

Cartões

Rádio

The Past is a Grotesque A...

Velharias

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Pesquisar

 

Links

O que vi...

tokyo monogatari

O que ouvi...

Feeds