Domingo, 30 de Março de 2008

Dicas da Semana #12

At the Drive-In - Relationship Of Command (2000)



- At the Drive-In é só barulho!
- Bom, dizer que o pós-hardcore é só barulho é a mesma coisa que dizer que não se gosta de um filme porque é a preto e branco.

Artistas Semelhantes: Sparta, The Mars Volta, The Blood Brothers


Mar Adentro – Mar Adentro (2004)



De: Alejandro Amenábar
Com: Javier Bardem, Belén Rueda, Lola Dueñas

A comovente história real de Ramón Sampedro, um tetraplégico espanhol que lutou vinte e oito anos pelo direito a ter uma morte assistida, visto que, na sua condição, não se podia suicidar. Ao mesmo tempo, Ramón dá uma lição de vida a todos os que o rodeiam, mostrando que a vida é um bem precioso, e que deve ser vivida ao máximo.
Destaque para a grande interpretação de Javier Bardem, vergonhosamente ignorada pela maioria dos prémios internacionais.

publicado por Ângela às 19:12
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Concertos @ Blogfather

 

Linda Martini

Apresentação do novo EP Marsupial

Galeria Zé dos Bois

29/03/08

 

Os Linda Martini esgotaram a (pequena) Galeria Zé dos Bois para a apresentação do novo e muito aguardado EP Marsupial. Num concerto em que tinham à partida o público do seu lado, a banda apresentou uma mescla dos grandes temas do álbum de estreia, Olhos de Mongol, e dos novos temas, muito prometedores e que já muita gente tinha na ponta da língua.

 

 

Este é já o terceiro concerto que assisto da banda de Queluz, e foi de longe o melhor. Com a maior experiência de palco, nota-se uma grande evolução em termos técnicos e de interacção com o público.

Depois de mais de uma hora e meia de concerto, e de ter levado o público ao rubro em quase todas as músicas, os Linda Martini abandonaram o palco deixando toda a gente sedenta de mais.


publicado por André às 06:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 29 de Março de 2008

The Past is a Grotesque Animal #1



One Flew Over the Cuckoo's Nest - Voando sobre um Ninho de Cucos
tags:

publicado por Ângela às 17:35
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Março de 2008

You can't take a picture of this. It's already gone.


Não acompanhei Six Feet Under durante o seu período de exibição, mas algo sempre me disse que esta série tinha algo especial que iria mexer comigo. E tinha razão...

A magia da série fez com que demorasse apenas um mês a terminar todos os episódios das cinco temporadas, tal era o vício e a urgência que tinha de ver episódio atrás de episódio.

Hoje, após ter visto duas vezes o apoteótico episódio final, posso afirmar que Six Feet Under é a melhor série televisiva alguma vez feita.

A história assenta na família Fisher, dona de uma casa funerária, que após a morte do patriarca, tem que lidar com uma série de mudanças significativas. A partir daqui, somos envolvidos pela grandeza das personagens e pelo leque de grandes actores que as desempenham, e que fazem tudo funcionar.

Apesar do tema central ser a morte, e de tratar de muitos assuntos polémicos, como a homossexualidade, a promiscuidade e as drogas, tudo é abordado com um humor de fino recorte e uma ironia que fazem de Alan Ball um dos mais geniais argumentistas da actualidade. Esta é a sua pérola, perfeita em todos os pormenores, em todos os diálogos, em todas as emoções...

 

 

George: [Making a toast] To Nate.
David: To Nate.
Bettina: To Nate.
Claire: To Nate.
Keith: To Nate.
Ruth: To my firstborn.
Anthony: To Uncle Nate.
Durrell: Yeah, to Uncle Nate.
Brenda: [to Maya] Can you say "To Daddy"?
Maya: To Daddy!
Brenda: To Nate.

 

tags:

publicado por André às 23:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Novo vício



Flock, terceiro álbum dos irlandeses Bell X1, é o meu mais recente vício. O primeiro nome da banda foi Juniper, ainda com Damien Rice como vocalista. Aquando da sua saída, passaram ao seu nome actual, Bell X1.
Lançado em 2005 na Irlanda, mas só no passado mês de Fevereiro nos EUA, Flock tem, do início até ao fim, melodias cativantes que, após duas audições, nos levam a um sing-along obrigatório.
Lá pelo outro lado do Atlântico, algumas das suas músicas já marcaram presença em séries televisivas, como Grey's Anatomy e a extinta The O.C.
Deixo-vos aqui ficar Flame, segunda faixa do álbum, que é uma das mais mexidas. Com o vídeo, fica também a esperança de que vos cative tanto como aconteceu comigo.

tags:

publicado por Ângela às 14:59
link do post | comentar | favorito
Domingo, 23 de Março de 2008

Dicas da Semana #11

Sondre Lerche – Faces Down (2001)



Sondre Lerche é um singer-songwriter norueguês que, com apenas 19 anos, lançou um magnífico álbum de estreia, Faces Down.

Com uma produção impecável e um som bastante maduro, este álbum é um dos bons exemplos da boa música que nos chega hoje em dia dos países nórdicos.

Alguns temas deste álbum figuram na excelente banda sonora do filme de 2007 Dan In Real Life, inteiramente da autoria de Sondre.


Artistas Semelhantes: Aqualung, Sufjan Stevens, Kings of Convenience

 

 

Being John Malkovich – Queres ser John Malkovich? (1999)

 

 

De: Spike Jonze

Com: John Cusack, Cameron Diaz, John Malkovich

 

Esta semana deixo-vos com um dos meus filmes favoritos. Craig (John Cusack) descobre uma porta misteriosa no seu novo emprego, no piso oito e meio. Essa porta é capaz de transportar, quem por ela passe, para a cabeça de John Malkovich. O desejo de ver as coisas pelos olhos de outra pessoa acompanha-nos sempre, e neste filme, é realmente possível.


publicado por André às 22:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 21 de Março de 2008

Há dias especiais...



...e hoje é um deles. Como é sabido, a minha companheira de estaminé faz hoje anos. Queria aqui deixar a minha homenagem à grande pessoa que ela é.



Parabéns Ângela :)

publicado por André às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

21 de Março



Só porque amanhã faço anos, deixo-vos aqui a banda sonora que vai tornar o meu dia mais especial:

The Decemberists - We Both Go Down Together
Andrew Bird - Fiery Crash
Architecture in Helsinki - The Owls Go
The Beatles - Hey Jude
Clap Your Hands Say Yeah - The Skin Of My Yellow Country Teeth
Cat Power - The Greatest
The Flaming Lips - Race For The Prize
Guillemots - Trains To Brazil
The Mountain Goats - Dance Music
British Sea Power - All In It
The National - Slipping Husband
Sia - Breathe Me
The New Pornographers - The Bleeding Heart Show
Okkervil River - Another Radio Song
The Hold Steady - First Night
Of Montreal - The Past is a Grotesque Animal
Patrick Wolf - Paris
The Smiths - There Is A Light That Never Goes Out
Sufjan Stevens - Chicago
Super Furry Animals - Baby Ate My Eightball
TV on The Radio - I Was a Lover
Tom Waits - Long Way Home
Sigur Rós - Popplagið
Arcade Fire - Wake Up
Bright Eyes - First Day Of My Life

publicado por Ângela às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 18 de Março de 2008

Descobertas

 

Os Tinariwen são uma mítica e extremamente respeitada banda tuareg. Provenientes do Mali, tornaram-se conhecidos por lutarem pela independência do seu povo, tanto pela via armada como através das suas músicas de cariz político e interventivo. Desde 1982 que a sua mensagem é passada na região do Sahara através de álbuns em cassete, e apenas em 2000 lançam o seu primeiro disco, The Radio Tisdas Sessions. Desde então têm vindo a receber o reconhecimento no universo da world music que merecem.

Considerados a primeira banda tuareg a usar guitarras eléctricas, os Tinariwen conseguem dar uma nova dimensão e frescura a um estilo de música marcadamente étnico e menos acessível.

Foi o álbum de 2007, Aman Iman, que me abriu as portas para estes embaixadores do Sahara, que considero uma das minhas descobertas mais interessantes dos últimos tempos.

tags:

publicado por André às 20:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 17 de Março de 2008

The Return of Amy



The Return of Jezebel James, nova série da criadora de Gilmore Girls, Amy Sherman Palladino, conta-nos a história de duas irmãs que após vários anos de separação acabam no mesmo apartamento. Quando a irmã mais velha (Parker Posey) descobre que não pode ter filhos, recorre à irmã (Lauren Ambrose, a eterna Claire de Six Feet Under) para ‘alugar’ o seu útero. Durante o tempo pré, durante e pós-gravidez, têm a tarefa de se conhecer.

As semelhanças com Gilmore Girls estão bem à vista: relações entre duas pessoas, as conversas sempre com a chávena do café mesmo ao lado, e até personagens que faziam parte do elenco estão aqui presentes.

The Return of Jezebel James não nos dá nada de novo, mas tem potencial para ser melhor, e espero que seja bem explorado. Se isso não acontecer e por muito mau que seja, tendo em conta o seu anterior projecto, Amy terá tantas oportunidades quantos episódios forem exibidos.

tags: ,

publicado por Ângela às 21:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 16 de Março de 2008

Dicas da Semana #10

Clap Your Hands Say Yeah - Clap Your Hands Say Yeah (2005)



Com uma voz diferente que não agrada a muita gente (tendo em conta a alegria que constou no concerto do SBSR no ano passado) deixo-vos um álbum que está bem no topo dos meus preferidos. In This Home on Ice foi das primeiras músicas que ouvi no início da minha mudança, terá sempre o seu lugar de destaque. Todo o álbum é fascinante. Destaco ainda Sunshine And Clouds (And Everything Proud) e Upon This Tidal Wave Of Young Blood.

 

Artistas Semelhantes: The Apples in Stereo, Of Montreal



Hotel Rwanda - Hotel Ruanda (2004)

 



De: Terry George

Com: Don Cheadle, Sophie Okonedo, Nick Nolte, Jean Reno

Um filme notável sobre o genocídio no Ruanda em 1994. Com o país dividido em duas facções, Paul Rusesabagina, um Hutu muito respeitado na comunidade tenta por tudo que Tatiana, a sua mulher Tutsi e a sua família não sejam massacrados, e acaba por dar abrigo a muita gente no seu hotel, à espera das Nações Unidas. Um filme chocante, que denuncia a vergonha que foram os massacres e a falta de apoio que os países ricos prestaram, que conta com interpretações brilhantes de Don Cheadle no papel de Paul e Sophie Okonedo como sua mulher.

publicado por Ângela às 20:04
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 15 de Março de 2008

Terceiro



Finalmente! Onze anos depois, os Portishead lançam o seu muito aguardado terceiro registo original, Third. E apesar de tudo, a longa espera foi largamente compensada pela magnífica qualidade do álbum.

Cheio de guitarras agressivas, este Third revela uma sonoridade mais rock do que estamos habituados na banda de Bristol, assim como uma produção muito mais lo-fi. O que se mantém é o ambiente soturno, muito característico da banda, assim como a voz inconfundível e perfeita de Beth Gibbons.

Músicas grandiosas como The Rip ou We Carry On deixam-me com certezas que este álbum constará em muitas listas dos melhores de 2008.


publicado por André às 21:37
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 13 de Março de 2008

Ora aqui está uma boa notícia...



Afinal não é o fim!!! Scrubs passa a ser transmitido pelo canal norte-americano ABC e ganha mais uma época de 18 episódios. E reina a felicidade por estes lados.

publicado por Ângela às 18:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 12 de Março de 2008

Crescimento Forçado



Liam é um adolescente que sonha com o dia em que a mãe sairá da prisão. Com o intuito de mudar as suas vidas, deixa a escola, começa a vender tabaco com o seu companheiro de sempre Stan, e descobre que é bastante mais lucrativo vender droga. Com o sonho de comprar uma casa, e dar à mãe e à irmã um novo começo, mete-se em aventuras com pessoas muito perigosas. Até que, no dia do seu décimo sexto aniversário, acontecem toda uma série de acontecimentos que o decepcionam, e fazem amadurecer muito mais cedo.

Sweet Sixteen (2002) é um retrato duma família separada, em que o elemento mais jovem é, de facto, o mais maduro, sonhador e responsável.


publicado por Ângela às 17:07
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Março de 2008

O regresso do soul

 

Está de volta uma das duplas mais frescas do panorama musical actual. Depois de em 2006 terem trazido o funk e a soul de volta aos lugares cimeiros dos tops com St. Elsewhere, os Gnarls Barkley presenteiam-nos com The Odd Couple, o seu álbum de confirmação.

Mantendo a mesma sonoridade do anterior, este álbum revela-nos o amadurecimento e a consistência dos Barkley enquanto duo criativo. Todas as músicas são irrepreensivelmente produzidas, ou não fosse Danger Mouse um dos melhores produtores de hip-hop actuais, com destaque para as fabulosas Charity Case (grande abertura), Going On e Blind Mary.

Com um salto qualitativo em relação ao álbum anterior, que já de si era muito bom, tornam-se assim num caso sério no futuro da música soul.


publicado por André às 18:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quem manda aqui


ver perfil

. 9 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fresquinho fresquinho

Relações

Para ver em Abril

Preferências

Boas Festas

Música em 2009

2009 no Last.fm

Uma luz

Lista de prendas

The Past is a Grotesque A...

Novos vícios - 6

Sweet Dee has a difficult...

Boas notícias via Twitter

Cartões

Rádio

The Past is a Grotesque A...

Pesquisar

 

Links

O que vi...

tokyo monogatari

O que ouvi...

Feeds