Terça-feira, 20 de Maio de 2008

É oficial

 

Gregory House é a personagem mais estimulante da televisão, e a season finale da quarta temporada da série, cujo segundo de dois episódios foi ontem para o ar nos Estados Unidos, é uma das melhores a que já assisti.

Com um começo alucinante, o final da temporada mostra-nos uma situação inesperada que põe em causa a relação de House com Wilson e que o obriga a ficar mais vulnerável e a demonstrar os sentimentos que normalmente esconde.

Tal como na temporada anterior, muita coisa fica em aberto para a seguinte, o que obriga a não desviarmos a atenção do médico mais cool de sempre.

tags:

publicado por André às 22:02
link do post | comentar | favorito

Quem manda aqui

Fresquinho fresquinho

Relações

Para ver em Abril

Preferências

Boas Festas

Música em 2009

2009 no Last.fm

Uma luz

Lista de prendas

The Past is a Grotesque A...

Novos vícios - 6

Sweet Dee has a difficult...

Boas notícias via Twitter

Cartões

Rádio

The Past is a Grotesque A...

Velharias

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Pesquisar

 

Links

O que vi...

tokyo monogatari

O que ouvi...

Feeds