Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Newest! #6

Ao que parece Fabrizio Moretti tem andado ocupado. Numa semana em que recebemos a confirmação que os The Strokes continuam de pé e com ideias de lançar um novo álbum em 2009, e depois de descobrirmos os Megapuss no Newest! anterior, eis que aparece um novo projecto do baterista, os Little Joy. A história desta banda nasceu aqui, em Lisboa, no festival Lisboa Soundz Festival 2006 (que saudades...), onde Moretti conheceu Rodrigo Amarante dos Los Hermanos. Os dois brasileiros juntaram-se então ao multi-instrumentalista Binki Shapiro e gravaram o primeiro álbum, Little Joy, lançado no príncipio deste mês. Oiçam Brand New Start e deixem-se levar até às solarentas praias de Copacabana.

 

www.myspace.com/littlejoymusic

 

 

Apesar de serem da cidade costeira de Portland, Oregon a música dos Blitzen Trapper parece vir das profundesas do continente norte-americano, não fosse a junção do alt-country e da indie folk deste sexteto fazer-nos lembrar a guitarra e a harmónica de Bob Dylan. Depois de três álbuns bem recebidos pela crítica, a turma de Eric Earley conseguiu em 2007 assinar pela Sub Pop (famosa editora independente de Seattle que "descobriu" Nirvana, Soundgarden, Mudhoney) e acabam de lançar, este ano, o álbum Furr que promete catapultar a banda para outros palcos. Para ouvir, a música que dá título ao álbum - na minha opinião, um dos temas mais sólidos deste ano.

 

Download

www.myspace.com/blitzentrapper

 

 

Nas palavras dos Monty Python, And now for something completely different: A música de Onra foi apresentada ao mundo num anúncio da Coca Cola, a propósito dos controversos Jogos Olímpicos de Pequim, com os craques da NBA Lebron James e Yao Ming. Curiosos pelo tema The Anthem, o mundo descobriu Onra, um vietnamita com bases em Paris, cujo o álbum Chinoiseries - um estranho, mas brilhante, hip-hop instrumental - é construído e compilado a partir de diversos vinis de pop vietnamita vintage, que foi comprando em segunda mão, numa viagem às raizes. Deixo-vos a versão original de The Anthem, bem superior à do anúncio da Coca Cola .

 

www.myspace.com/onra

 

 

Os White Lies (nascidos Fear of Flying) são um trio londrino que se juntam a Editors e Interpol na melancolia post-punk-post-Joy Division. Ao que parece as semelhanças não acabam no facto de que, aparentemente, compram as roupas nas mesmas lojas que Paul Banks, Tom Smith e as companhias respectivas - o estilo do baixista dos White Lies, Charles Cave tem sido mesmo comparado ao de Peter Hook e a voz de Harry McVeigh à de Ian Curis! Se os White Lies conseguem aguentar a pressão de tamanha herança é algo que só o futuro nos dirá, mas tenho que admitir: Death, single retirado do álbum de estreia To Lose My Life, é algo de especial:

 

www.myspace.com/whitelies

 

 

The Virgins é uma banda new-wave americana, liderada por Erik Ratensperger, que se estreou este ano no mundo da música com um álbum homónimo. No entanto, já se fazem acompanhar por gente importante, tendo feito tour com os Jet e actuado como banda de abertura para Sonic Youth e Patti Smith. Virgens ou não, estes cinco rapazes, mostram que sabem-na toda com One Week of Danger, depois do enorme sucesso de Rich Girls.

 

Download

www.myspace.com/thevirginsnyc

 

 

Se os Liars deram o mote Drum's not Dead, os Das Wanderlust parecem responder na perfeição. Este trio britânico segue a tradição das bandas post-riot grrrl pop, apresentando-se por vezes em palco à Caribou, com multipla percursão. O mais recente single Puzzle, saído do álbum de estreia Horses for Courses é um espectacular boost de energia que, se ouvido muito alto, promete fazer inamizades entre vizinhos.

 

www.myspace.com/daswanderlust

 

 

Por hoje acabou, mas para a semana há mais. Vão deixando as vossas opiniões sobre as músicas! Aceitam-se sugestões, igualmente.


publicado por Martim às 11:13
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Pipeta a 13 de Novembro de 2008 às 13:39
As duas primeiras, adorei. Um estilo surpreendentemente nostaligico, mas de todo esgotado. A terceira embora muito diferente também levanta a hipotese de ter ouvido ou sentido algo assim nalgum filme não mainstream. A quarta e quinta iriam definitivamente para a minha playlist, sendo a dos virgins, muito hot fun, que é o q a malta gosta. A ultima so so...


Comentar post

Quem manda aqui

Fresquinho fresquinho

Relações

Para ver em Abril

Preferências

Boas Festas

Música em 2009

2009 no Last.fm

Uma luz

Lista de prendas

The Past is a Grotesque A...

Novos vícios - 6

Sweet Dee has a difficult...

Boas notícias via Twitter

Cartões

Rádio

The Past is a Grotesque A...

Velharias

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Pesquisar

 

Links

O que vi...

tokyo monogatari

O que ouvi...

Feeds